Feriados André da Rocha 2024 RS veja feriados da cidade

Feriados André da Rocha 2024: Situado na região nordeste do Rio Grande do Sul, André da Rocha é um município que tem como peculiaridade o seu tamanho: é o menor colégio eleitoral do estado. Com uma população de cerca de 3 mil habitantes, a cidade possui uma vasta área territorial que abrange a zona rural e áreas de mata nativa.

Feriados André da Rocha 2024

Veja na tabela abaixo os feriados André da Rocha 2024 e programe sua agenda.

01 DE JANEIRO Feriado Nacional (Confraternização Universal)
20 DE JANEIRO Feriado Municipal (São Sebastião)
12 DE FEVEREIRO Ponto Facultativo (Carnaval)
13 DE FEVEREIRO Ponto Facultativo (Carnaval)
14 DE FEVEREIRO Ponto Facultativo (Quarta-feira de Cinzas)
29 DE MARÇO Ponto Facultativo (Sexta-feira Santa)
07 DE ABRIL Feriado Municipal (Sexta-Feira Santa)
21 DE ABRIL Feriado Nacional (Tiradentes)
01 DE MAIO Feriado Nacional (Dia do Trabalhador)
12 DE MAIO Feriado Municipal (Aniversário André da Rocha)
30 DE MAIO Ponto Facultativo (Corpus Christi)
07 DE SETEMBRO Feriado Nacional (Independência do Brasil)
20 DE SETEMBRO Feriado Estadual (Dia do Gaúcho)
12 DE OUTUBRO Feriado Nacional (Nossa Senhora Aparecida)
28 DE OUTUBRO Ponto Facultativo (Dia do Servidor Público)
02 DE NOVEMBRO Feriado Nacional (Finados)
15 DE NOVEMBRO Feriado Nacional (Proclamação da República)
24 DE DEZEMBRO Ponto Facultativo (Véspera de Natal)
25 DE DEZEMBRO Feriado Nacional (Natal)
31 DE DEZEMBRO Ponto Facultativo (Véspera de Ano-Novo)

Clique no link para visualizar somente os feriados Rio Grande do Sul (nacionais e estaduais).

Feriados 2024 André da Rocha

Neste artigo você encontrará informações sobre os feriados André da Rocha 2024 cidade que está localizada em Rio Grande do Sul, estado cuja sigla é RS.

No século XVII, os primeiros jesuítas espanhóis chegaram à região, onde encontraram os indígenas caingangues ou coroados. Porém, o povoamento só começou no ano de 1840, com a chegada do primeiro proprietário da fazenda do Prata, Bernardo Fialho de Vargas, natural de Taquari. A fazenda do Prata limitava-se com a fazenda São João, de João Mariano Pimentel, poderoso tropeiro paulista.

Feriados André da Rocha RS

Bernardo de Vargas vendeu a fazenda do Prata ao lagunense Manoel Pereira Vieira, que foi o primeiro a se estabelecer no local, onde faleceu em maio de 1902, com 85 anos de idade. A fazenda passou a denominar-se fazenda dos Vieiras. Outros pioneiros foram Joaquim Antonio Fernandes e João de Souza Dias, que foi o primeiro proprietário da fazenda São Crispim, localizada no Chimarrão.

Feriado em André da Rocha

Quando foi criado, em 1904, o distrito de André da Rocha contava com oito habitações e uma capela. Os primeiros sinais de progresso da vila surgiram com a fundação de uma fábrica de laticínios, o que fez com que a vila fosse conhecida por muito tempo como “Fábrica”. Em 1905, foi instalado o cartório de registro civil, cujo primeiro titular foi Renato D’Avila.

Próximo feriado em André da Rocha

Em 1918, surgiu o primeiro estabelecimento comercial, de propriedade de João Crispim Dias em sociedade com Amantino Vieira Hoffmann. Mais tarde, esse estabelecimento foi adquirido por Tarquínio Calliari. O primeiro médico também estabeleceu-se na comunidade nessa época, Miguel Ângelo de Pata.

O distrito ganhou o nome do seu criador, Manoel André da Rocha, primeiro juiz da comarca de Lagoa Vermelha e desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul, chegando à presidência do órgão. Ele ainda seria um dos fundadores da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e o primeiro reitor da instituição.

Tornado município em 1988, André da Rocha tem como peculiaridades o menor colégio eleitoral do estado e uma vasta área territorial, com a maior parte da sua população situada na zona rural – daí o slogan “pequeno, grande pago”. O município é constituído apenas do distrito-sede, uma vez que o distrito Chimarrão foi desmembrado em 1990.

Apesar de seu tamanho reduzido, André da Rocha é uma cidade rica em belezas naturais, como cachoeiras, rios e matas nativas. A cidade é também um importante polo agropecuário da região, com destaque para a produção de leite, soja e milho, além da criação de gado de corte e erva-mate.

A cidade conta ainda com uma série de eventos culturais ao longo do ano, como a Festa do Agricultor, que acontece sempre no final de agosto, e a Festa do Kerb, festividade de origem alemã que celebra a padroeira da cidade, realizada em outubro.

André da Rocha, apesar de seu tamanho modesto, é uma cidade rica em história e cultura, além de ser um importante produtor agropecuário da região. Uma cidade que mostra que tamanho não é documento quando se trata de qualidade de vida e de história.

DEIXE UM COMENTÁRIO